O que é escoliose

A escoliose é um tipo de curvatura tridimensional da coluna vertebral que pode afetar qualquer faixa etária. É uma condição na qual a coluna começa a se curvar para um lado ou para ambos os lados, fazendo com que os ombros e os quadris fiquem desiguais. A condição pode causar dor, mas nem sempre causa sintomas.

As curvas da escoliose podem ser em “S”ou em “C”, ganhando o seu nome dependendo da região da coluna vertebral e o tipo de curva.

o que é escoliose e seus tipos de escoliose na coluna vertebral por região

O tratamento tradicional para escoliose inclui cirurgia, que pode ser arriscada e cara. O tratamento de quiropraxia para escoliose sem cirurgia é uma alternativa que tem se mostrado eficaz na maioria dos casos.

Não é incomum que as pessoas sintam dor nas costas em algum momento de sua vida. De fato, mais de 80% da população sofrerá de dor nas costas em algum momento de suas vidas.

Uma causa  comun de dor nas costas é a escoliose, que é uma condição em que a coluna se curva e se torce de forma anormal. Isso pode levar à pressão na medula espinhal, nos nervos e desgaste e compressão nos discos intervertebrais (podendo causar Hérnia de Dsico), o que pode causar dormência, formigamento (como a síndrome do piriforme) ou fraqueza muscular nos braços ou pernas.

Existem muitos tratamentos para escoliose disponíveis hoje que não envolvem cirurgia. Uma dessas opções de tratamento é a QUIROPRAXIA, que pode ajudar a aliviar os sintomas e até corrigir a curvatura tridimensional da coluna vertebral, se feita com antecedência suficiente.

A escoliose é uma condição na qual a coluna se curva para a esquerda ou para a direita, da frente para trás ou de um lado para o outro. A curvatura tridimensional ou torção da coluna vertebral afeta a maneira como você fica de pé, anda e senta. A escoliose pode ser leve e quase imperceptível ou grave o suficiente para causar problemas respiratórios, dor e outros problemas graves de saúde.

Quais Os tipos de Escoliose e Sua Classificação:

  1. Escoliose congênita (de nascença): A escoliose é 10% das vezes uma condição genética. Pode estar presente no nascimento se as vértebras estiverem mal formadas;
  2. Escoliose neuromuscular: Muitas vezes vem como resultado de doenças neurológicas, como poliomielite ou acidente vascular cerebral;
  3. Escoliose idiopática: A causa deste tipo de escoliose é desconhecida. É o tipo mais comum, com diferentes características e níveis de gravidade;
  4. Escoliose Degenerativa no adulto: A deformação nas costas relacionada à idade é um resultado comum da degeneração dos discos intervertebrais na coluna vertebral e suas articulações.

A Escoliose do tipo idiopática é a mais comum

Este tipo de escoliose é bastante comum, pois representa cerca de 80% dos casos. Não se sabe por que algumas pessoas desenvolvem esse alinhamento anormal e, nesses casos, não é possível identificar a causa exata.

A maioria das pessoas que sofre de escoliose será a escoliose Idiopática, que é o tipo mais comum e pode ser subdividido em quatro tipos:

  • Infantil: Do nascimento até os 3 anos de idade;
  • Juvenil: Dos 3 aos 9 anos de idade;
  • Adolescente: Dos 10 aos 18 anos de idade;
  • Adulto: Após os 18 anos de idade.

Entre os 11 e os 20 anos, algumas pessoas têm maior vulnerabilidade às curvas escolióticas da coluna vertebral. Como tal, eles podem precisar trabalhar com seu Quiropraxista ou terapeuta para monitorar esse problema e tomar medidas para evitar sua progressão.

As pessoas mais jovens – em particular as meninas – são muito mais propensas a ter escoliose do que os meninos. No início, você pode não notar nenhum sintoma, mas com o tempo a curva pode piorar se não for detectada imediatamente.

Sinais físicos que geralmente podem indicar escoliose

 

  • A cintura pode parecer irregular ou protuberante;
  • Ombro mais alto que o outro;
  •  Um lado da caixa torácica ou uma perna pode ser mais curto que o outro;
  • O corpo se inclina para um lado.

 

A escoliose causa a cintura desigual

O que pode Causar a escoliose

A maioria dos casos do tipo estrutural tem causa desconhecida, mas fatores genéticos têm forte influência.

Outras causas possíveis de escoliose estão relacionadas a deficiências como resultado de distúrbios neurológicos, anormalidades congênitas ou trauma de algum tipo..

Uma maneira de diagnosticar a escoliose é ficar atrás do paciente e observar se alguma parte das costas se levanta quando ele está inclinado para a frente..

Coluna com escoliose e formação da Giba ou corcunda

Quem sofre de escoliose me diz o tempo todo que pode não ter percebido que tinha um problema se não tivesse dor, por isso é importante estar ciente dos sintomas e sinais. Eles são diagnosticados usando um raio-x

raio x escoliose torax

A Escoliose é tratada especialmente com Quiropraxia e exercícios quando a curva é de até 30 graus. Além deste grau é recomendado o uso de colete, além de orientações e exercícios específicos para serem feitos em casa.

Uma curvatura na coluna acima de 50 graus pode se tornar uma preocupação cirúrgica se estiver comprimindo partes importantes do corpo, como os pulmões e o coração.

Diagnóstico da escoliose

Se você tiver uma curva anormal em sua coluna vertebral, seu médico muito provavelmente pedirá uma radiografia para verificar outras condições antes de fazer um diagnóstico de escoliose. As radiografias também podem ser usadas para determinar se há algum dano aos ossos ou nervos.

Também pode recomendar um exame de ressonância magnética se você tiver dor nas costas ou se houver outros sintomas.

A curva é mais perceptível na parte superior das costas e pescoço, mas pode afetar qualquer parte da coluna vertebral.

Quando olhamos uma pessoa com escoliose, de costas, perceberemos que essa pessoa apresenta diferença na altura dos ombros, do quadril, um lado da coluna mais alto do que o outro, formação da “giba”, ou então, diferença no comprimento das pernas.

O grau de curvatura da escoliose é medido pelo ângulo de Cobb (o ângulo de Cobb maior que 10 graus é considerado uma curvatura anormal).

Para efetuar a medição do ângulo de Cobb, é necessário ter uma Radiografia Panorâmica da Coluna Vertebral, que foi descrito pela primeira vez em 1948 pelo Dr. John R Cobb.

E é a técnica mais usada para quantificar os graus dos desvios da coluna vertebral, especialmente no caso da escoliose.

angulo de cobb para medir escoliose

Escoliose tem cura?

A escoliose tem cura na maioria dos casos e o seu tratamento vai depender do tipo de curvatura e do grau da escoliose.

O tratamento é realizado sob a supervisão de um especialista, podendo ser um Quiropraxista ou não, e usando vários métodos, incluindo ajustes articulares (Quiropraxia), terapia mio-articular e exercícios específicos para a  reabilitação no tratamento para escoliose como  alongamentos e fortalecimentos.

O principal objetivo do tratamento para escoliose é reduzir a curvatura o máximo possível.

Em geral, a escoliose é uma condição que pode ser curada. Existem diferentes tipos de escoliose e em regiões diferentes da coluna vertebral e cada tipo tem seu próprio tratamento.

O tipo mais comum de escoliose é na região torácica. Ela afeta os jovens que têm uma curvatura na parte superior das costas.

O segundo tipo mais comum de escoliose é chamado de escoliose lombar ou toracolombar. Ela afeta as pessoas mais velhas mais do que as pessoas mais jovens e afeta sua região lombar e torácica.

Qual o tratamento para escoliose?

A escoliose não é apenas um problema estético; ela pode causar sérios problemas de saúde e causar dor. 

Se você tem escoliose, você precisa de um tratamento específico para escoliose e orientações de como melhorar o quadro e diminuir os graus da escoliose. 

O tratamento para escoliose com Quiropraxia, pode ajudar e muito, de várias maneiras diferentes:

  • Melhora a função da coluna vertebral e elimina a dor se você estiver com dor;
  • Eliminar a torção e rotação da coluna vertebral;
  •  Restaurar o bom alinhamento das articulações,
  • Restaurar o bom alinhamento dos ombros, cintura e tórax (eliminando assim a Giba ou a corcunda),
  • Orientação e exercícios específicos de acordo com a idade, sexo e grau de curva cartográfica;
  • Remover o estresse das articulações ( a Sub-luxação vertebral), melhorando a postura geral (inclusive quando sentado ou em pé);

O que piora a escoliose?

A falta de um tratamento certo para a escoliose, a puberdade também tem um papel importante na piora, caso não seja feito um tratamento para a Escoliose.

O Grau da escoliose pode aumentar neste período de crescimento, assim como no tipo de escoliose degenerativa no adulto com mais de 50 anos, já que passa muito tempo sentado e normalmente em uma postura ruim para a coluna vertebral.

Que problema a escoliose pode causar?

A escoliose pode ser uma condição muito dolorosa e também pode causar problemas em suas rotinas diárias. A queixa mais comum dos pacientes é que a escoliose tem causado dores nas costas e na coluna, bem como dores nas pernas e nos pés.

Quem tem escoliose pode ter muita dor nas costas, dor no pescoço (cervicalgia), dor na coluna lombar e envolvimento do nervo ciático (ciatalgia ou ciático inflamado, por causa de hérnia de disco ou não), causando dor que vai até as pernas. 

Diferença no comprimento das pernas também é encontrado nas pessoas com escoliose.

No entanto, também pode levar a outros problemas, como fraqueza muscular e espasmos. Estes sintomas podem tornar difícil para as pessoas com escoliose realizar tarefas normais como caminhar ou trabalhar em seu trabalho.

Muitos adultos que têm escoliose têm dificuldade em se sentar por longos períodos de tempo porque sua coluna vertebral é curvada e torcida demais ao longo do tempo. Isto pode fazê-los sentar em um ângulo que dificulta a respiração adequada durante o sono ou quando estão acordados.

Outros sintomas comuns incluem:

  • Dor em todo seu corpo;
  • Rigidez nas costas e nos ombros;
  • Músculos que se sentem apertados em todo o seu corpo.

Se você tem escoliose, isso significa que sua coluna vertebral está curvada e torcida para um ou outro lado. Quanto mais grave for seu caso de escoliose ou maior o grau de escoliose, medida pelo ângulo de COBB, maior a probabilidade de que isso afete sua vida diária.

Como prevenir a escoliose de forma natural / naturalmente?

Manter uma boa postura nas atividades quotidianas, já ajuda a não aumentar o grau ou não aparecer a escoliose.

 Praticar exercícios para todos os lados do corpo de forma igual, para que não gere torções e diferença de tônus entre as partes do corpo, evitando assim torção na coluna vertebral.

Devemos lembrar que levou tempo para o corpo atingir certo grau de degeneração, então é normal e compreensivo esperar um determinado tempo para sua recuperação.

Removendo-se a subluxação articular e devolvendo o bom funcionamento articular, há um alívio dos sintomas e remissão da dor.

Ligue e agende sua consulta de Quiropraxia : 011-98928-8181

Atenciosamente;

Quiro Salus – Clínica de Quiropraxia em sp

Sinta os benefícios da Quiropraxia e descubra as vantagens desse tratamento natural para dor nas costas e nervo inflamado…

1 comentário em “O que é escoliose”

  1. Pingback: dentista com dor nas costas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.